fbpx

CARREGANDO

Seg à Sex 9h às 18h
+55 41 3151-2607

Por que investir no planejamento para redes sociais

18 de outubro
Planejamento para redes sociais

Já foi o tempo em que só marcar presença nas redes sociais era o suficiente. Agora, com o crescimento da adesão, surgimento de novas métricas e, principalmente, a inclusão digital, é preciso ir além. Assim, o planejamento para redes sociais é fundamental para a sua marca fazer bonito na internet. Mas o que significa planejar conteúdo no Facebook, LinkedIn, Instagram e outros? Não é só postar? Calma, pequeno gafanhoto. Nós aqui da Black Flag já identificamos o seu problema e vamos te ajudar.

Pensando justamente em você que quer conhecer mais sobre a principal estratégia para alcançar seus objetivos com as redes sociais, separamos alguns conhecimentos e dicas que podem ser muito úteis na sua jornada. Continue lendo!

O que é esse planejamento?

O planejamento para redes sociais nada mais é do que estruturar e executar uma estratégia pré-definida de postagem de conteúdo de forma a atingir objetivos já estabelecidos. Apesar disso, ela não é estática, ou seja, pode e deve mudar com regularidade. É isso que causa estranheza e dificuldade no começo.

Então, nada de sair postando o que der na telha, sem periodicidade ou método, porque isso impactará negativamente no seu negócio. Não é porque dizem que a internet é terra de ninguém que a sua página também deve ser.

Por que fazer um planejamento para redes sociais?

Primeiramente, uma página bem estruturada passa uma imagem muito melhor do que uma deixada às traças, concorda? Em segundo lugar, alcançar as pessoas certas e nas redes certas é muito mais simples com planejamento.

Além disso, as redes sociais continuam sendo um dos principais canais de interação com os clientes e de divulgação da sua marca.

Como fazer um planejamento para redes sociais?

Em outros projetos, normalmente, o planejamento é uma etapa anterior à execução das ações. Já no reino das redes sociais, o planejamento dessa comunicação abrange também colocar a mão na massa.

Assim, são quatro fases distintas que podem e devem ser realizadas com uma certa hierarquia, mas sem tanto rigor no que se refere a onde começa uma e termina outra. Trocando em miúdos, não é necessário terminar uma fase para começar a outra.

1 Idealização

Esta fase poderia ser chamada de planejamento do planejamento. Aqui você deverá pensar, programar e idealizar as suas estratégias e delinear o seu planejamento como um todo.

Portanto, agora é a hora de:

  • traçar objetivos;
  • definir os indicadores (KPI);
  • delimitar prazos;
  • atribuir responsáveis.

Com isso você pode definir quais objetivos quer alcançar com as suas redes sociais. Por exemplo, reconhecimento de marca, construir autoridade ou gerar mais leads.

Outra coisa que também vai influenciar na sua estratégia é o público-alvo e a persona. Avaliando as dores desses clientes fica mais fácil se comunicar com eles e traçar metas mais realistas.

2 Projeção

A segunda fase do planejamento para redes sociais foca na criação de um calendário editorial ou cronograma de publicações. Para isso, é necessário definir quais canais serão utilizados. Afinal, o público e a linguagem do LinkedIn não são os mesmos do Instagram, por exemplo.

Depois disso fica mais fácil, é só definir a frequência de postagem e os temas de cada publicação. Aqui também serão escolhidos os responsáveis pela execução do plano e o prazo para entrega de cada uma das etapas.

3 Produção

Agora é que entra em cena a galera de conteúdo. Nesta fase serão produzidas todas as copys e artes previstas no calendário editorial. Todos os conteúdos programados serão montados com a antecedência que você determinou lá na idealização.

Depois um social media irá fazer o gerenciamento das redes, postando ou agendando todos os conteúdos. O importante nesta etapa é que os conteúdos devem ter seus resultados analisados constantemente. Então, a execução se mistura um pouco com a próxima fase.

4 Análise

Na última fase desse modelo, todos os posts serão avaliados de acordo com as métricas e indicadores pré-estabelecidos. Você ainda pode incluir uma fase de relacionamento com o cliente por meio da interação nas páginas ou pedir diretamente o feedback, por meio de pesquisas.

Vale dizer também que o planejamento para redes sociais é algo fluido, ainda que programado, e abstrato, ainda que orientado por dados. Isso porque não existe fórmula 100% certeira para o seu negócio. Pelo menos não logo de cara.

É necessário paciência para testar os melhores conteúdos, os dias que são mais visualizados, os horários que engajam mais e finalmente a parte de monetização da sua página, que pode ser feita por meio de várias outras ferramentas.

Quer saber como a Black Flag pode te ajudar a dar uma turbinada nas redes sociais? É só entrar em contato conosco por meio do nosso site!

Quer vender seu produto online?

Solicite um orçamento

O ABC da Black Flag.


Logo Loja Online WordPress Identidade Visual Redes Sociais Publicidade e Propaganda Marketing Digital Branding Design Endomarketing Diagramação Produção de Conteúdo Inbound Marketing Outbound Marketing Email Marketing Web Design Front-end Back-end Aplicativos App Apresentações Eventos Gerenciamento de Redes Sociais Mídia Digital Planejamento de Mídia Planejamento de Marketing Criação de Sites Naming Loja Virtual Embalagens Vídeos Stands Ambientação Fachada Retail Design Jornalismo Assessoria de Imprensa Programação Visual Lettering Caligrafia Fotografia Ecommerce Treinamentos RD Station Assessoria de Comunicação Projeto Editorial Manual de Marca SEO SEM Facebook ADS Instagram ADS Google Adwords Google Remarketing Google Display Google Shopping Google Meu Negócio Produção Gráfica Brand Design Captação de Leads

Nossas Certificações.