fbpx

CARREGANDO

Seg à Sex 9h às 18h
+55 41 3151-2607

Redes sociais: porque criar filtros no Instagram é bom para o seu negócio?

11 de dezembro
Filtros no Instagram

Se tivéssemos que escolher uma palavra para resumir o ano de 2020 no Instagram, essa palavra seria: filtro. Sem dúvida, os filtros para fotos e vídeos postados nos stories da rede social ganharam notoriedade ao longo do ano. Isso se deve, principalmente, pelo fato desse recurso ter se tornado acessível a todos os usuários. Ou seja, não é preciso ser um desenvolvedor ou uma celebridade para criar um filtro exclusivo, qualquer um pode inventar o seu. E funcionando de forma mais democrática, essa ferramenta rapidamente se popularizou. Além disso, os filtros no Instagram mostraram-se um aliado às marcas. Afinal, quanto mais artifícios o público tiver para interagir com a sua marca, maiores as chances de converter seguidores em clientes ou fãs.

Filtros para todos os gostos

Desde que se tornou aberto ao público em geral, a quantidade de filtros na plataforma explodiu. Com um desses recursos, é possível mudar a aparência, trocar a cor dos cabelos, dos olhos, aumentar boca, diminuir nariz, estar impecavelmente maquiada mesmo acabando de levantar-se da cama. E mais: dá para colocar efeitos como luzes e brilhos, alterar cores, deixar preto e branco, colocar ares retrô, usar máscaras alegres ou assustadoras, trocar o fundo, incluir logomarcas, fazer quiz… Ufa, já deu para notar que o leque de opções é imenso!

À experiência de mesclar realidade com ficção deu-se o nome de realidade aumentada ou simplesmente AR. Para os usuários do insta, uma diversão. Para as marcas que fazem uso da plataforma profissionalmente, uma oportunidade extra de interagir com a audiência de forma estratégica, aumentando o seu engajamento.

Filtros no Instagram – Recursos que viralizam

Criando filtros e disponibilizando-os para o público, as empresas aumentam a interação direta com o cliente em potencial, de forma descontraída, bem humorada e, muitas vezes, vendedora. Por exemplo, muitas marcas de maquiagem criam filtros onde espelham paletas de cores de batons e sombras para que o usuário tenha uma reprodução mais fiel, aplicando os produtos virtualmente em seu rosto.

Os filtros também são ferramentas funcionais para lançar novos produtos e campanhas específicas. E como as pessoas ficam sabendo qual empresa/personalidade que criou determinado recurso de AR? Quando são postados pelos usuários nos stories, o nome do filtro e o nome de quem o criou aparecem na parte superior da tela e, clicando em cima, a pessoa pode salvar o efeito, enviar para outra pessoa ou simplesmente testá-lo. E, clicando no nome da conta do Instagram, é possível ver todos os filtros já criados pelo perfil em questão.

Um filtro para chamar de nosso

Por exemplo, nós, aqui da Black Flag, também já fizemos uso da ferramenta para promover a agência e, também, chamar a atenção a um assunto de extrema importância: a prevenção ao suicídio. Aproveitamos o mote da campanha “Setembro Amarelo” para falar desse assunto tão sensível. Nomeamos o filtro de “Não é mimimi!”. Se você ainda não conhece, acesse nosso perfil no Instagram (@instadablack) e salve entre os seus preferidos.

O Setembro Amarelo também foi inspiração para criarmos um filtro para o Cemitério Parque Senhor do Bonfim (@cemiterio_bonfim), cliente da agência. E para o dia do cliente, comemorado em 15 de setembro, criamos um filtro interativo para as Lojas Donna (@lojas.donna), onde as pessoas descobrem o tipo de cliente que é. Uma forma descontraída de envolver o público e ganhar engajamento na rede social.

Como criar um recurso de realidade aumentada?

Criar um AR é muito fácil. Basta fazer o download do programa Spark AR Studio (disponível para Mac e Windows) e instalar no seu PC. Ou ainda, baixe o app diretamente em seu celular (Spark AR Player).

O programa oferece opções de templates prontos para serem customizados ou então a possibilidade de criar algo do zero. A plataforma não exige conhecimentos avançados de design e um novo filtro pode ser criado rapidamente.

O que demanda um certo tempo é a aprovação do recurso pelo Facebook. O “pai” do Instagram faz uma verificação no que foi criado para ver se está dentro das políticas da rede social para, então, torná-lo público.

Depois, é criar uma estratégia de divulgação para o novo filtro e torcer para que ele caia nas graças da audiência pois, caso viralize, o número de seguidores do perfil da sua marca pode crescer exponencialmente.

Agora que você já sabe como usar esse recurso dentro do insta, compartilha a informação com seus parceiros e aproveite a possibilidade de ganhar engajamento fortalecendo a sua imagem junto ao público.

Quer vender seu produto online?

Solicite um orçamento

O ABC da Black Flag.


Logo Loja Online WordPress Identidade Visual Redes Sociais Publicidade e Propaganda Marketing Digital Branding Design Endomarketing Diagramação Produção de Conteúdo Inbound Marketing Outbound Marketing Email Marketing Web Design Front-end Back-end Aplicativos App Apresentações Eventos Gerenciamento de Redes Sociais Mídia Digital Planejamento de Mídia Planejamento de Marketing Criação de Sites Naming Loja Virtual Embalagens Vídeos Stands Ambientação Fachada Retail Design Jornalismo Assessoria de Imprensa Programação Visual Lettering Caligrafia Fotografia Ecommerce Treinamentos RD Station Assessoria de Comunicação Projeto Editorial Manual de Marca SEO SEM Facebook ADS Instagram ADS Google Adwords Google Remarketing Google Display Google Shopping Google Meu Negócio Produção Gráfica Brand Design Captação de Leads

Nossas Certificações.